quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Nada melhor do que realizar um sonho...

Jardins da casa.
O famoso Pensador. Fotos dela, claro!

A primeira vez que Juliana e eu fomos juntas a Paris, ela tinha um sonho. Conhecer o Museu do Rodin. Podia deixar de fazer qualquer coisa, menos deixar de conhecer o Museu. Paixão.
E lá fomos nós. Cada uma pegou um fone de ouvido prás explicações e partimos prá emoção. Resolvi dar um perdido dela, prá deixá-la mais à vontade prá andar, parar, curtir, sem ter que se preocupar comigo.
Andei ,andei, amei mais uma vez rever tudo aquilo, e depois de sei lá umas 2 horas, resolvi procurar a moça que tinha sumido completamente no meio daquelas esculturas, corredores, atelier, jardins e tudo que há de mais lindo na ex-casa do pintor, que virou Museu.

Encontrei a Ju que é muito branquinha, com o rosto todo vermelho e inchado de tanto chorar.Os olhos então... vermelhinhos. Chorar de emoção, de alegria, de sonho realizado. Claro que não abri a boca. Não disse nada por um bom tempo. Só continuamos o caminho.
Tem coisa melhor na vida? Um só dia desses faz a gente ganhar mais 1000 dias de vida. E feliz.

10 comentários:

Juliana disse...

Chorei novamente, lendo e lembrando...
Você sabe que faz parte disso...
Obrigada,beijos,
Ju

Juliana disse...

Tenho várias fotos lindas nesta casa... vídeos também!
E uma na saída do museu com o rosto vermelho, os olhos apertados, e o beiço parecendo de preenchimento.... tudo inchado.
Quem já me viu chorar sabe que eu fico linda! rs
Por isso deixa essa foto no fundo do arquivo, não posta não, vai espantar o povo do blog!
Posso dizer que foi uma experiência única fazer algo que você sempre quis...
Eu choro em propaganda, mas no Rodin foi emoção pura.
Quero voltar mil vezes....
Se prepara!!!
beijos beijos beijos

Ieda Dias disse...

Eu sempre digo: vamos voltar. Querer é desejo, vamos é afirmação. Vamos voltar e ser felizes de novo...o desejo tem que ser completo.
bjins de titis

Regina Rozenbaum disse...

Mininas, que bom saber que eu não sou a "única" que abro as torneiras!!! Em muitos momentos dessa última viagem foi assim...Agora na hora que vi o Davi, não tinha um turista ao redor que não dividisse o olhar entre a OBRA e a chorona aqui! Outra coisa, mininas, dá prá me incluir no pacote de Paris? rsrs
Beijuuss n.c.

Ieda Dias disse...

Chorar é bom prá alma, né Regina? Ainda mais quando é de alegria. Quanto a incluir na próxima viagem já pode se considerar dentro. O duro vai ser coincidir todo mundo na mesma época. Vamos tentar.
bjins

Ana disse...

Que linda história. Eu adorei a diferença entre quero e vou. Mudei a forma de afirmar certas coisas a partir de agora.

Ieda Dias disse...

Anoca, aprendi há muitos anos atrás com uma senhora muito sábia, que quando a gente quer uma coisa tem que saber pedir. Ex.: quero viajar prá NY. Não posso simplesmente querer ir prá NY. Tenho que pensar, que vai ser uma ótima viagem, vou adorar, vou rir muito, vou ser feliz, vou fazer pessoas felizes, vou comer bem, achar o lep top que to procurando e porai vai. Peça tudo. Tudo. Sem limites. Se vier a metade já tá bom, né?
bjins de titis

KÁTIA PERAZZA disse...

Estou amando todos os textos. Sabia que vc falava muito bem, mas não sabia que escrevia tão bem, com tanta sensibilidade. Os textos esão deliciosos de ler. Vc já está quase um Drummond. A gente vai lendo e consegue ver o lugar, as pessoas. Muito bom.

Ieda Dias disse...

Que bom D. Kátia...fico muito contente...prossiga, prossiga...rss

bjins

Ieda Dias disse...

j' ai su faire et j' ai déjà tout lu J' ai bien rigolé avec les croissants et le vélibe et beaucoup d' autres choses Bravo je souhaite que cela marche plein pot j' ai confiance car tu sais raconter gros bisous.

Fiz questão de repassar o imeio da minha querida amiga Michette, que não sabe portugues e se esforça prá ler meu blog.
bjos,bjos,bjos mon amour à moi.
ieda

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...