quinta-feira, 26 de novembro de 2009

E minha amiga vem ao Brasil pela primeira vez ...


Já tinha um tempo que eu tava na França e fui a Bordeaux me despedir de um amigo, porque ia voltar pro Brasil daí a dois dias.

De lá, liguei pra minha amiga que morava em Cannes pra dar os parabéns. Aniversário dela.

Ela atendeu toda contente e, papeando, perguntei se alguém tinha ligado, passado, se ganhou algum presente, bolo de aniversário, e ela disse que não, só seu filho que tinha passado lá por alguns minutos. Conversei mais um pouco e desliguei o telefone com a moral no chão.

Fiquei parada, meio sem ação, então meu amigo perguntou: "Algum problema?"
Eu disse: "não, problema não, mas não consigo me acostumar com essa diferença de cultura, de costumes. Ela tem neto, bisnetos, filhos, como pode ser normal ninguém ligar e deixar ela passar o aniversário sozinha tricotando, como se tivesse ainda muitos anos de vida pela frente..."

Não consigo me imaginar na idade dela, sozinha, sem nem um filho de amiga ou sobrinha que venha me dar um beijo no dia do meu aniversário.

Meu amigo, muito gozador, falou pra mim como na piada: "Tá com pena? Leva ela pra você! "
Nunca ele foi tão perfeito.

Na mesma hora, peguei o telefone e liguei pra ela de novo, perguntando: "Você teria coragem de ir pro Brasil comigo?"
Sem pestanejar, ela disse: "Com você eu vou pra qualquer lugar do mundo". Até hoje fico emocionada quando me lembro dessa frase.

Desliguei o telefone e, já na sequência, liguei pra filha dela perguntando o que ela achava da idéia. Adorou a idéia e disse que ia providenciar tudo: seguro saúde, passagens, ver se o passaporte tava em dia ... e, como eu já tava indo, ela iria sozinha daí a alguns dias. Tudo bem !

Em dez dias eu tava no aeroporto em Belo Horizonte, ansiosa esperando por ela.

Chegando aqui em casa, nos sentamos na cozinha pra tomar um chá e ela, vendo um adesivo pregado na minha geladeira, perguntou o que tava escrito e eu disse: "Quando é que você vai fazer uma loucura?"

No que ela falou, sem vacilar: "Já fiz. Tô aqui no Brasil".
Este foi só o primeiro dia... Contarei os causus da temporada dela, que durou dois meses e meio.

11 comentários:

Susi disse...

Ieda, que delicia vibrei aqui com o causo de sua amiga e ja gostei desse q foi o primeiro posso imaginar o q esta por vir..
Que bacana da sua parte tbem.
Agora sobre a diferenca cultural eu nao consigo enteder ate hj o comportamento do europeu é exatamente assim como vc disse.
bj

Susi disse...

Ieda, que delicia vibrei aqui com o causo de sua amiga e ja gostei desse q foi o primeiro posso imaginar o q esta por vir..
Que bacana da sua parte tbem.
Agora sobre a diferenca cultural eu nao consigo enteder ate hj o comportamento do europeu é exatamente assim como vc disse.
bj

Ieda Dias disse...

Susi, pelo que ja vivi com este povo, só falta um empurrão da gente. Eles adoram serem bem tratados, carinho, abraços. Comem pouco só na casa deles, porque na da gente, que tem fartura, se empaturram felizes. Voce vai ver nos proximos causus...rs.E quando vêem aqui não querem voltar.rs
bjins

Regina Rozenbaum disse...

Ieda Amada
A frase é mais que verdadeira...quem te conhece um cadim, sabe que viajar com vc, será no mínimo diversão 0800 a cada instante! Tô esperando minha vez rsrsrs.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Ieda Dias disse...

Ano que vem em Jerusalém, darling. Você tá na turma do todentro.
bjins

Jorgebhz disse...

Pois é Eidia, lembro tb. bjs

Ieda Dias disse...

Me bem lembrei tanto de ti enquanto escrevia...aquele dia vc mandou bem.
bjins

Luiz César. disse...

Madre Teresa de Calcutá, aqui em Formiga tem um "velhinho" solitário, triste, capenga necessitando de colo. Que tal?
Gostei do "causo" chic no úrtimo!!!

Ieda Dias disse...

Calma que tô programando a reunião pra nossa casa do futuro...rs
bjins

Anônimo disse...

Marcia Campistron disse....
OI Ieda que ação linda!!!!So brasileiro mesmo!!!
Eu fico por aqui aguardando vc passar.Beijinhos de toda a familia p ocê!!saudades, saudades...

Ieda Dias disse...

Oi Márcia...que bom que vc tá porraqui...Sabe, como sempre a gente pensa que tá fazendo alguma coisa pelo próximo, mas o próximo sempre dá muito mais pra nós. Muito.Mais dia menos dia, as pessoas vão descobrir isso.
bjos, bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...