segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Polonesa ensinando brasileira a fazer caldo francês















Minha amiga (acho chato escrever toda hora minha amiga mas, como não quero ficar citando nomes, não descobri outra forma ) tinha uma receita simples e deliciosa, que vou ensinar pra vocês.

Ela dizia ser o segredo da vida longa e da boa saúde dela. Exageros à parte, realmente é uma gostosura e forte, além de ser o maior quebra-galho do mundo. Desde que aprendi a fazer, não passo sem o famoso "bouillon" dela em meu freezer.

O que vem a ser um "bouillon"? Nada mais, nada menos, que um caldo. No caso do dela era caldo de galinha.

Ele pode ser tomado sozinho, com arroz - aí vira uma canja deliciosa - com aquele macarrão fininho que se chama cabelo-de-anjo, com ovo cozido, quer dizer, é um pau-pra-toda-obra.

Como fazer o bouillon.

Na realidade, tudo que se usa, vai ser consumido, mas os ingredientes são mais pra formar o caldo, dando sabor e valor nutritivo. O importante mesmo será o caldo.

Pra fazer, você vai pegar um panelão, ou um caldeirão, e colocar uns 4L d'água. Limpar bem limpinho uma galinha e jogar lá dentro (precisa cortar em pedaços não) Colocar um maço de alho poró, umas 3 cenouras grandes, cortadas como quiser, sal, nada de óleo - porque o da "colega" já é suficiente- uns 3 dentes de alho, um molho de aipo e 1 cebola grandona.

Deixe isso tudo cozinhar, por pelo menos umas 3 horas, em fogo baixinho.

Um segredo, e que ela me enchia o saco enquanto me ensinava, era que, volta e meia, você destampa o panelão e retira "suavemente tá vendo?" a camada de gordura que se acumula por cima. Quando ele ficar pronto, quase não vai ter gordura.

Depois de pronto, quase tudo se desfaz, inclusive a "colega" então é hora de pegar uma peneira, ou um "chinois" (aquele cone-filtro) e coar.
Daí, separe em vasilhinhas e congele o caldo de ouro.

O que sobrava, normalmente ela devorava em uns dois dias.

Pintou fome? Chegou da noitada fraco devido aos excessos? "Bouillon." Ressaca dos diabos? Bombril, quer dizer, "bouillon."
Como assim?
Pegue uma vasilhinha ( ou duas ou três, dependendo do público pagante e ouvinte ) do caldo congelado e coloque direto no fogo, quando derreter, coloque o macarrão.
Tem uma sobra de arroz? Mesmo processo.
Faça umas torradinhas, quebre em pedaços e dá-lhe caldo junto.
Sobrou um tico de legumes do almoço? Mesmo processo.
Sobrou bife de frango, que não dá pra todo mundo? Corte em pedacinhos e... já sabe.

E chega de dar idéias. Vale tudo! E, ainda por cima, não engorda.

Esta é a melhor parte.
Isso não tem nada a ver com a receita, mas me lembrei : na França, tem um programa de TV que eu adoro, que se chama Bouillon de Culture, apresentado por um senhor muito simpático que se chama Bernard Pivot. Espero que ainda esteja no ar. Sei não! Fala sobre livros e traz o autor sempre. Uma vez veio o Chico, com um dos livros dele e, com um francês mais bonitinho do mundo, foi falando e respondendo perguntas. Ele tava de perna quebrada, engessada e de bengala. E todos riram muito quando ele disse que tinha sido acidente de craque, no futebol.

14 comentários:

Juliana disse...

O meu eu quero igual ao da foto: com ovo e crouton...

Ieda Dias disse...

A prezada leitora, convenientemente não quis entender a mensagem. Tá bom, eu faço.
bjins

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

Delícia das delícias! Mais uma vez, texto saboroso,como o do "bouillon"... mon Dieu!!! Bravo!!!
Il ya toujours d'émissions de "Bouillon de culture". Ici, à Zagreb, je les vu dans un des channels français de télévision!
Não sei se o francês está correto, mas não resisti!!!
;-)
beijinho

Ieda Dias disse...

Meu bem boa ideia pra você fazer e enfrentar o frio croata.
Quanto ao seu frances, tá impec. como dizem os franceses. O importante é que entendi perfeitamente o que quis dizer, e que o M.Pivot continua no ar.Ele é ótimo
bjins

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

Pois é exatamente o que eu vou fazer. Já imprimi a receita!

Regina Rozenbaum disse...

"Favo de Mel"
Adoreiii a receita, ainda mais na atualidade rsrsrs. Se engordar...mando a "colega" voando prá sua casa rsrsrs.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Ieda Dias disse...

Regis ele levanta até defundo...até você chegando do trabalho um trapo. Vai firme.
bjins

Ieda Dias disse...

Vai amar. Delícia
bjins

Kátia Flávia disse...

Na verdade, o melhor desta receita é o Chico. Bjs.

Ieda Dias disse...

hhheeeeeeeeee..amor antigo é um caso sério...rs
bjins

Clarice disse...

Também concordo com a Kátia. rsrsrs
Agora essa receita é um caldo de origem judaica, pois é bem parecido com a receita da minha família. É realmente um levanta-qualquer-um. Faço sempre...bjinhos

Ieda Dias disse...

Então tá certíssimo Cleris, porque a danada era judia. Trouxe de casa.
Te mais coisa que aprendi com ela.Depois vou passar.
bjins

LUIZ CÉSAR disse...

Très bon. Quel délice! Je fabrique et laisser au congélateur. Vous avez dit que le pot est un ami, par hasard vous ne voulez pas une amie qui va dans mon pot? Ah! J'ai fait un cours de français en 10 leçons, sans quitter la maison et savants. Maintenant, je ne le cours de 10 leçons de piano, et vous n'avez pas besoin de piano. Ne vous avisez pas de répondre en français que je vais te tuer. Baisers.

Ieda Dias disse...

hhheeeeeeeeee......povo tá ficando ousado mesmo...obrigado serviço de tradução do Google....hhheeeee
Entendi tudo e não respondi em frances..
bjins

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...