terça-feira, 6 de junho de 2017

SAUDADE

 
 
Com esse vai e vem no mundo desde 1979, (sim, no século passado!) eu já nem sei mais onde é minha casa. Costumo dizer que minha casa é onde tô no momento. Me aconchego, prego quadro na parede, coloco meus santos, bandeira do Brasil, meus incensos e finco raiz. Nem que seja por pouco tempo.
E vindo não sei como, naturalmente, brotou dentro do meu ser...rsrs...tô ficando velha pra caralho, uma espécie de escudo invisível.
Onde estou, vivo intensamente aquele lugar a não sinto saudade de nada. Nem da minha casa, nem amigos, nem coisas, nem comidas, nem cheiros, nada. É claro que amo falar com as pessoas, ligo pra elas, não deixo de comunicar, mas nada disso me dói.
Até o dia que marco viagem de volta. O dia que vou sair do lugar onde estou.
Aí o bicho pega.
O banzo ataca.
Mês que vem to saindo da Índia a caminho do Brasil. Digo a caminho porque vou parar um tempo na França.
Então o que acontece.
Começa a brotar primeiro, saudades da França.
Quero rever lugares, amigos, comida, cheiros, faço planos, sonho, arquiteto, começo já a me ver naquele lugar.
O que me fez escrever este post e deu o start, foi esta cumbuca maravilhosa de falafel.
Posso ir de olhos fechados no pequeno lugar onde se come o melhor falafel do mundo. Conheço as curvas do caminho, como diz a canção.
Esta aqui.
 
Daí pra frente destampou.
Já sinto o cheiro do Marais (bairro judeu de Paris) das comidas, do metro, das ruas, das padarias (se pudesse morava em uma), do xixi nas ruas, de Barbés (bairro de imigrantes) que amo. Uma muvuca que me encanta.
Já quero tudo, já quero respirar Paris.
Quero comer uma caçarola de moules (mexilhão) no Léon de Bruxelles,
 
 já quero comer um camembert sozinha sem dar um único pedaço pra ninguem, de ver as novidades da Nature&Découvertes,
 
 de cheirar muitos cheiros novos na Sephora,
 
 de respirar o ar da Catedral da Notre-Dame de Paris, de me encantar mais uma vez com o piscar das luzes da Torre Eiffel, de fazer nada e só flanar por Paris sem rumo.
E quando já tiver chegando a hora de pegar o voo pro Brasil vou escrever e te conto o que vai estar rolando nessa minha cabeça muito doida.
E vou parar de fazer planos porque o tempo mal vai dar pra fazer o que já me lembrei.
Aí, antes de sair de Paris...
Saint Nicolas la Chapelle
Achou que a minha querida amiga do fundo do peito, Michette, iria ficar livre de mim. Depois de Paris tô chegando em Saint Nicolas la Chapelle. E ela lendo o post já enxergo dizendo:
- Não dou sorte mesmo!
Eu que ensinei...heheheheeeeeeeee....
Aguarde sonhos a serem realizados em SaintNic.
 
Mas, enquantiço minha escola e meus embondos continuarão vivendo a vida deles e eu me lembrando o tempo todo do meu compromisso.
 
ps.: dedico este post a minha querida amiga Virgínia Souto Maior, que tá indo passar uns meses em Paris e antes que me encha o saco querendo saber todos os endereços, já coloquei, prevenida que sou...rsrs.
 

 
E você, se puder me ajudar já sabe.
 
 
 
Com 30 reais por mes, você me ajuda a educar uma criança aqui na
Prema Metta School
Doar é um ato de puro amor.
Mesmo que seja 1 real.
 Doe.
 
Nossa
Premametta School
precisa muito da sua ajuda.
 
 Deposite em qualquer destas contas e nos ajude
 
PAYPAL   
                                    eidiabh@gmail.com
ou  

IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
BRADESCO
BANCO 237
AGENCIA 3796
CONTA 0030060 8
CPF 156643506 44

ou

IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
BANCO 104
CONTA POUPANÇA 013
AGENCIA 2381
CONTA 000186058
CPF 156643506 44
(em qualquer casa lotérica )

OU

IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
BANCO DO BRASIL
BANCO 001
CONTA POUPANÇA 115405 2
AGENCIA 3368 5
VARIAÇÃO NÚMERO 51
CPF 156643506 44
ou nas agências dos correios

 
 


Nenhum comentário:

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...